sábado, 13 de setembro de 2014

XLI BRASILEIRO LIVRE - SANTANA DO LIVRAMENTO (II)

Da coluna de nosso técnico Rangel no Blog Futebol de Mesa BR http://futeboldemesabr.blogspot.com.br/2014/09/parana-sobremesas.html:


Paraná SOBRE MESAS I

Em primeiro lugar gostaria de manifestar minha alegria de poder participar deste espaço juntamente com os amigos coeditores dos outros estados. A lacuna deixada pelo Gothegol precisava ser preenchida e esperamos cumprir esta tarefa da melhor maneira possível, com informações do que rola no futmesa nas federações, com algumas pitadas de irreverência mas, sobretudo, com muita alegria e cordialidade com os amigos botonistas. Então vamos ao que nos interessa!

Brasileiro Livre em Santana do Livramento


Não poderia ser mais oportuno e apropriado servir esta primeira sobremesa depois do que aconteceu em Santana do Livramento neste último final de semana, pois o XLI Campeonato Brasileiro da modalidade LIVRE (Cavados) foi um verdadeiro banquete de futebol de mesa. Pela minha pouca experiência e participação em competições nacionais – comecei em 2010 – seria pretensão minha, afirmar que foi a melhor competição já realizada da modalidade, mas as observações e opiniões de amigos que lá estiveram, que participam de competições a dez, quinze, vinte, trinta anos, foram unânimes: O Campeonato Brasileiro de Livramento foi o melhor já realizado até hoje. A comissão organizadora se superou nos detalhes para que o evento fosse um sucesso e isto aconteceu. Os amigos Cícero, Ronaldo, Careca, Sidnei, Richard, Kamal Badra & CIA deram um verdadeiro show na organização e mostraram para todos que, com criatividade e com cuidado em alguns detalhes importantes, a modalidade LIVRE (Cavados) está muito longe de sucumbir ou perder seu espaço para a modalidade LISO.


O que aconteceu em Livramento é resultado de um movimento que se iniciou na assembleia de Recife quando as federações decidiram em votação, separar as modalidades LIVRE e LISO em datas e locais diferentes, com a intenção de possibilitar aos técnicos a participação nas duas competições, além da possibilidade de se tratar das modalidades em fóruns específicos, nas suas respectivas assembleias.


Em Cascavel, em 2012, na primeira competição de cavados apartada dos lisos, já tivemos um primeiro sinal positivo de que a separação era saudável para a modalidade. Tínhamos mesas novas e padronizadas para a prática da modalidade, como nunca se teve anteriormente nas competições com as modalidades juntas. Tivemos um número de técnicos superior as duas últimas competições, Porto Alegre 2010 e Recife 2011 e quebramos o paradigma de que somente as capitais de estados poderiam sediar as competições nacionais. Também em Cascavel tomei a iniciativa de instigar os demais representantes das federações em manter quotas mínimas de técnicos nos campeonatos e iniciamos alguns debates buscando alternativas para que a modalidade se mantivesse viva e representativa, inclusive com sugestões para mudanças na regra para que o jogo se tornasse mais dinâmico, em função de uma possível preferência pelo liso por esse motivo.


No ano seguinte em Florianópolis, as coisas ficaram ainda melhores. Bal e sua equipe fizeram uma competição ainda melhor do que Cascavel e, mesmo com a reduzida participação do Rio Grande do Sul, tivemos maior número de técnicos do que em 2012. A organização foi espetacular, as mesas seguiam o mesmo padrão e, na assembleia da competição, foram sugeridas seis modificações da regra para serem testadas por todas as federações e definidas, por votação, agora em Livramento.


Na noite de sábado passado, quando nos reunimos em assembleia para votar, especificamente as mudanças propostas para a regra, na modalidade LIVRE (Cavados), tivemos uma feliz e inegável constatação: A modalidade CAVADOS não precisa de mudanças na sua regra para ser atrativa e competitiva! A modalidade CAVADOS precisa é de estrutura, organização e criatividade! Foi isso que tivemos a partir de Cascavel, melhoramos em Florianópolis e nos superamos em Livramento.

 

Gostaria de citar alguns detalhes de criatividade que fizeram a diferença em Livramento:

Deslocamento: A ideia de fretar um ônibus, para ida a Livramento e volta ao aeroporto de Porto Alegre, foi fantástica. Técnicos dos quatro estados participantes estavam lá e desde então começou aquele clima de cordialidade e alegria bastante peculiar e salutar em nosso esporte. Todos estavam tranquilos pela facilidade que os organizadores nos proporcionaram com este simples mas eficiente detalhe.


Estrutura: O segundo andar do Clube Caixeiral foi preparado nos detalhes para a competição. Posicionamento das mesas, arquibancadas, banners, disponibilidade de água mineral para os técnicos e assistência, telão, som, cronômetros, microfones, câmeras, computadores, tudo! Uma superprodução! Transmissão ao vivo pela Web TV e pela rádio local! FANTÁSTICO! Quem imaginaria algo assim lá em Recife, três anos atrás? Confesso que me senti um artista jogando aquela final por equipes com arquibancada cheia e transmissão ao vivo pela Web TV e pela rádio.


Mesas: A padronização das mesas tem sido o grande diferencial das competições de cavados, desde Cascavel. “Dá gosto” de jogar nas mesas fabricadas pelo Nero, pois elas nos permitem desenvolver toda a técnica e habilidade necessárias para tornar a modalidade mais atrativa e competitiva. Precisamos manter este padrão no Rio Rio de Janeiro, ano que vem.


Fair play: Ou, como diria nosso querido anfitrião, Ronaldo Custódio, “pair flay”, talvez seja o que mais precisamos em nossas competições. Não estamos falando apenas no fair play de jogo limpo, de jogo justo, estamos falando de “espírito esportivo”, de companheirismo, de solidariedade, de congraçamento, de fraternidade, de sermos uma verdadeira “família futmesa”. Deixar de lado nossas rivalidades e nossos anseios pessoais para juntos conquistar aquilo que é maior e mais dignificante para o ser humano: Fazer o bem, fazer amigos e viver como irmãos. Os queridos “irmãos” que nos receberam em Santana do Livramento nos deram uma bela lição nesse tema. Ficamos contagiados com tanta atenção e carinho. Queremos mais! Queremos que sempre seja desta forma, tão simples e ao mesmo tempo tão especial.


No sábado pela manhã, quando acordei, o horário do café já havia encerrado e fui até um trailer que ficava em uma esquina, próxima ao hotel. “Las Manas” era o nome. Eram três gurias que atendiam e logo percebi o forte sotaque da fronteira. Pedi uma “meia lua prensada” e um suco de laranja e prontamente fui atendido. Paguei a conta e, quando recebi o troco, como de costume, fiz um agradecimento: Muito obrigado! Imediatamente escutei da guria que me atendia, uma resposta interessante que fez pensar. Ela disse-me: MERECE! MERECE? Isso mesmo, MERECE! Que sutileza e que carinho neste MERECE...


Tenho certeza de que o Campeonato Brasileiro de Livramento será um divisor de águas para a modalidade CAVADOS. Não por alguma modificação da regra que poderá acontecer a partir da comissão que se formou para esta finalidade, mas por tudo que temos visto nas últimas competições em estrutura, organização e criatividade. Desde já estamos trabalhando juntos com os amigos do Rio de Janeiro para ajuda-los no que for necessário para que, na Cidade Maravilhosa, em 2015 posamos nos encontrar mais uma vez em um belíssimo evento.


A “família futmesa” está de parabéns, os participantes, os organizadores, os vencedores, enfim, todos. Parabéns a todos e muito obrigado por este final de semana inesquecível em Santana do Livramento. Porque, afinal de contas, como bem disse aquela guria: MERECEMOS!

XLI BRASILEIRO LIVRE - SANTANA DO LIVRAMENTO (I)


Missão cumprida!

AFUMECA VICE CAMPEÃ BRASILEIRA na modalidade por Equipes, com Rangel, Victor e Flavinho, e QUARTO LUGAR na competição individual, modalidade SÊNIOR, com Rangel. Consideramos satisfatória nossa participação no XLI Campeonato Brasileiro de Futmesa em Santana do Livramento, afinal foi o maior evento da modalidade e com excelente nível técnico. A competição reuniu 103 técnicos, nas modalidades JUNIOR, ESPECIAL E SÊNIOR e contou com a participação de nove campeões brasileiros.



Também queremos enaltecer o altíssimo nível de organização do evento. Instalações do Clube Caixeiral, qualidade das mesas, transmissões ao vivo pela web TV e pela rádio local, arquibancadas, festa de confraternização, entre outros detalhes, fizeram, com certeza, a competição deste ano a melhor de todas as 41 edições. Parabéns aos amigos Cícero, Ronaldo, Careca, Richard, Sidnei, Kamal Badra & CIA, pela excelência na organização. Se tivéssemos que escolher hoje, a capital nacional do futmesa, para a modalidade LIVRE, não teríamos outra alternativa senão SANTANA DO LIVRAMENTO.


A conquista do VICE campeonato aqui em Santana do Livramento foi muito significativa. No maior campeonato de clubes realizado até hoje pela CBFM, onde tivemos 15 equipes, chegamos a final deixando para trás grandes equipes e grandes botonistas da modalidade Livre do futmesa brasileiro. Na primeira fase, terminamos em primeiro lugar no grupo, vencendo Academia Santanense e Hermenegildo Praia Clube; nas quartas de final, eliminamos a CAMAG, de Florianópolis, campeã brasileira de 2013; na semifinal eliminamos a Associação Pelotense de Futebol de Mesa e na final, com um empate, fomos eliminados pela AFM de Caxias do Sul.



Nas competições individuais tivemos participação regular. Na categoria Especial, Victor, nossa esperança de conquistas, ficou nas oitavas de final e Flavinho nas quartas de finais. Já na categoria Sênior, Rangel chegou as semifinais, ficando com a quarta colocação.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

XLI CAMPEONATO BRASILEIRO LIVRE



A boa notícia deste início de semana é que também estaremos participando do Campeonato Brasileiro Livre em Santana do Livramento, na competição por clubes. Nossos representantes serão Rangel, Victor "Panda" e Flavinho.

No sorteio que da competição que foi realizado agora a pouco, nossos adversários serão os seguintes:

Na categoria Especial, Victor enfrentará Leandro (RS), Luiz (RS) e Dirney (SC); Flavinho enfrentará Ítalo (SC) e Índio (RS). Na categoria Sênior, Rangel enfrentará Ângelo (RS), Francisco (RS) e Pedro (RJ). Na competição por equipes a AFUMECA enfrentará HPC e Livramento do RS.


Nessa reta final de preparação, desejamos muito empenho nos treinamentos e bons resultados na competição para nossos técnicos. 

VI TAÇA LIBERTADORES DA AFUMECA

No último sábado tivemos a continuidade de nossa Taça Libertadores nas modalidades Livre e Liso.
Os resultados foram os seguintes:

Modalidade Livre:

Deco 1 X 0 Vagner
Ademir 0 X 0 Pelé
Rangel 0 X 0 Deco

Modalidade Liso:

Paulinho 1 X 1 Vagner
Rangel 2 X 0 Lucas
Lucas 1 X 2 Vagner

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

CAMPEONATO BRASILEIRO LIVRE


Está chegando a hora da competição mais importante da modalidade LIVRE no Brasil, é o XLI Campeonato Brasileiro Individual que acontecerá em santana do Livramento, Rio Grande do Sul, dias 5, 6 e sete de setembro. A AFUMECA estará representando o Paraná, com boas chances de conquistas, nas categorias Especial e Sênior.

Na categoria ESPECIAL, nosso representante será Victor Ioost Mecking, o Panda, que tem um currículo invejável no futmesa nacional. Entre seus inúmeros títulos estão os de Campeão Brasileiro (2007), Campeão Centro Sul Brasileiro (2011), Campeão Paranaemse 2013 e Campeão da Copa do Brasil 2014. Victor "Panda" é um dos favoritos ao título da competição.


Na categoria SÊNIOR, nosso representante será Rangel, que também vai com chances de conquistar mais uma vez o título de Campeão Brasileiro. Rangel foi Campeão Brasileiro Sênior em 2012 e é o atual Campeão Paranaense na categoria ESPECIAL. Juntos, Victor e Rangel também são Bi Campeões Paranaenses de Clubes, pela AFUMECA.


O momento agora é de preparação e treinamentos para chegar bem na competição e, se possível, biliscar mais dois canecos para o Paraná e para a AFUMECA. Desde já estamos na torcida por nossos campeões.


Santana do Livramento faz fronteira com o Uruguai e é uma das cidades mais tradicionais do Rio grande do Sul. Além da competição nossos técnicos poderão desfrutar de muitas opções que a fronteira oferece aos turistas.